boa noite!

Imagem Folheados

terça-feira, 26 de julho de 2016

MERCADOS SINALIZAM RETOMADA DO CRESCIMENTO E DA CONFIANÇA


SEGUROS, BOLSA DE VALORES E MERCADO IMOBILIÁRIO SINALIZAM RETOMADA DO CRESCIMENTO E DA CONFIANÇA.

Boas novas, em meio a neblina que ainda resta sobre o caos que havia se instalado a partir de 2015.

Os mercados de seguros, de capitais e o imobiliário, sinalizam uma retomada gradativa do crescimento e da confiança do investidor, interno e externo.

Neste blog você encontrará alguns posts com notícias de canais confiáveis sobre estas novidades positivas.

Além do aporte de investimentos estrangeiros na Bolsa de Valores de São Paulo, e do crescimento dos papéis da Petrobrás, entre outras "bluechips", algumas incorporadoras no setor imobiliário têm recebido aportes substanciosos de seus investidores, gerando mais lançamentos de imóveis e novas estratégias para os remanescentes (estoque).

No mercado securitário estão acontecendo algumas fusões e/ou fortalecimento de empresas visando uma nova realidade, tão esperada por empresários e clientes.

Não deixe de ver os posts (um coletânea de boas fontes) sobre esta "revolução" neste blog (http://investidosemimoveis.blogspot.com).

Em 28/08/16 Ricardo Amorim (respeitado Economista, uma referência no meio) informava que de 7 em 10 setores da nossa Economia já apresentavam indíces de retomada, aguardando-se somente a solução para o impeachment e as decisões posteriores, por parte do governo interino.

Bons negócios,

Formas de contato:
Edson Luiz Rezende
162541-F
11 9 7964-2341 (cel /whatsapp)
elrezendes@gmail.com

RETOMADA NO MERCADO SECURITÁRIO

http://www.segs.com.br/seguros/19842-mudancas-politicas-reforcam-expectativas-de-retomada-do-crescimento-no-mercado-de-seguros.html

Formas de contato:
Edson Luiz Rezende
162541-F
11 9 7964-2341 (cel /whatsapp)
elrezendes@gmail.com

domingo, 24 de julho de 2016

RETOMADA DA BOLSA DE VALORES - III

http://exame.abril.com.br/revista-exame/edicoes/1117/noticias/200-bilhoes-para-a-bolsa

Formas de contato:
Edson Luiz Rezende
162541-F
11 9 7964-2341 (cel /whatsapp)
elrezendes@gmail.com

RETOMADA DA BOLSA DE VALORES - II

http://g1.globo.com/economia/mercados/noticia/2016/07/estrangeiros-poem-r-42-bi-na-bolsa-em-julho-e-impulsionam-bovespa.html

Formas de contato:
Edson Luiz Rezende
162541-F
11 9 7964-2341 (cel /whatsapp)
elrezendes@gmail.com

RETOMADA DA BOLSA DE VALORES - I

http://exame.abril.com.br/mercados/noticias/petrobras-ganha-forca-e-puxa-bovespa-para-cima

Formas de contato:
Edson Luiz Rezende
162541-F
11 9 7964-2341 (cel /whatsapp)
elrezendes@gmail.com

RETOMADA DO MERCADO IMOBILIÁRIO - III

http://g1.globo.com/globo-news/globo-news-em-pauta/videos/t/todos-os-videos/v/oferta-de-imoveis-esta-garantida-para-os-proximos-14-meses-mas-precos-devem-subir/5180850/

Formas de contato:
Edson Luiz Rezende
162541-F
11 9 7964-2341 (cel /whatsapp)
elrezendes@gmail.com

RETOMADA DO MERCADO IMOBILIÁRIO - II

http://noticias.r7.com/economia/em-dois-anos-imoveis-devem-ficar-ainda-mais-caros-em-sp-e-no-rj-20042015  (previsão cobre até abril/2017)

Formas de contato:
Edson Luiz Rezende
162541-F
11 9 7964-2341 (cel /whatsapp)
elrezendes@gmail.com

RETOMADA DO MERCADO IMOBILIÁRIO - I

http://www.imobilinks.com.br/blog/prepare-se-para-retomada-do-mercado-imobiliario  (12/07/16)

Formas de contato:
Edson Luiz Rezende
162541-F
11 9 7964-2341 (cel /whatsapp)
elrezendes@gmail.com

quarta-feira, 13 de julho de 2016

POR QUE COMPRAR IMÓVEIS NA CRISE É UMA BOA IDEIA?


por-que-comprar-imoveis-na-crise-e-uma-boa-ideia26538

compra de um imóvel, seja para sair do aluguel, mudar de casa ou garantir o futuro dos filhos, é uma decisão que exige planejamento e cautela, principalmente em momentos de instabilidade econômica.
Com a crise e o mercado imobiliário em baixa, muitas pessoas optam por adiar a compra de seu imóvel e poupar seus recursos para investir em um momento mais favorável e de maior segurança econômica.
Mas o que muita gente não sabe é que tempos de crise também podem trazer ótimas oportunidades de negócios. Veja neste artigo as vantagens de comprar imóveis na crise e as principais razões para aproveitar o atual cenário econômico do país para conquistar sua casa nova!

Redução no preço de imóveis

Uma consequência do cenário econômico instável é a diminuição de demanda por imóveis. Essa baixa no mercado imobiliário faz com que haja um ajuste no valor das propriedades, deixando a compra mais atrativa. É a antiga lei da oferta e da procura: quanto mais imóveis disponíveis, mais os preços se tornam competitivos.
Isso possibilita que os consumidores encontrem imóveis a preços muito mais vantajosos do que os que são vistos em um momento de maior estabilidade econômica.

Maior variedade de imóveis disponíveis no mercado

Com a baixa na procura de imóveis à venda, o mercado imobiliário dispõe de maiores opções e variedades de construções.
Portanto, encontrar o imóvel perfeito na região que você sempre sonhou se torna muito mais fácil em tempos de crise do que em momentos mais favoráveis economicamente. E, como dissemos acima, as chances de encontrá-lo por um bom preço são bem grandes.

Descontos maiores ao comprar imóveis na crise

Além da redução nos preços, momentos de crise fazem com que as imobiliárias se tornem mais flexíveis e ofereçam maiores descontos para compra de imóveis.
Se você tem dinheiro guardado, aproveite e ofereça uma boa entrada no seu novo imóvel. Essas entradas maiores, também chamadas de “entradas premiadas” costumam render bons descontos no valor total do imóvel escolhido.
Além disso, fique atento ao mercado, pois com a crise, imobiliárias e construtoras têm realizado feirões e outras campanhas promocionais com o intuito de reaquecer o negócio. Boas oportunidades podem ser encontradas nestes eventos.

Mais facilidades no financiamento imobiliário

Com o objetivo de incentivar as pessoas a comprar imóveis na crise, bancos, imobiliárias e construtoras estão diminuindo a burocracia do financiamento imobiliário, tornando-o mais simples e acessível.
Apesar de o momento não ser o mais positivo quando falamos em taxas e juros de financiamento, ele pode ser uma boa saída caso você encontre uma oportunidade imperdível durante a crise.
Para alguns especialistas, a tendência é que o mercado imobiliário retome seu crescimento. E, com a economia mais estável, é natural que a oferta e a procura por imóveis se equalizem e os preços comecem a subir. Portanto, essa é uma boa hora para adquirir seu imóvel novo.
Não há nenhum problema ou risco em comprar imóveis na crise, o importante é contar com um bom profissional que te ajude a encontrar as melhores oportunidades que o momento proporciona.
Você tem visto boas oportunidades imobiliárias durante a crise? Compartilha com a gente nos comentários!

http://www.valoreimoveis.com.br/blog/comprar-imoveis-na-crise/

Mais dicas, vantagens e garantias para comprar imóvel na planta:
http://investidoremimoveis.blogspot.com.br/2015/11/analise-vantagens-de-comprar-na-planta.html

Formas de contato:
Edson Luiz Rezende
162541-F
11 9 7964-2341 (cel /whatsapp)
elrezendes@gmail.com

terça-feira, 5 de julho de 2016

SAIBA COMO UTILIZAR O FGTS PARA COMPRAR UM IMOVEL

É preciso cumprir alguns requisitos para conseguir a liberação do dinheiro do fundo

*       17 de fevereiro de 2016 às 8:00 - Fonte: ZAP em Casa  - Publicado por: Redação 
Muitos querem se livrar do aluguel e ter a sua casa própria. 

Um ótimo aliado é o dinheiro do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), que pode ser utilizado para essa finalidade.

Mas, para isto, é necessário cumprir algumas regras, afinal de contas, o dinheiro só pode ser retirado pelo trabalhador em casos específicos. 

Saiba o que é preciso para conseguir liberar a verba do fundo e entenda que usar o dinheiro do FGTS para comprar um imóvel pode ser mais rentável do que mantê-lo no banco.

Todo trabalhador contratado pelo regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) tem direito ao FGTS, que equivale a 8% do salário mensal e é depositado pelo empregador em uma conta vinculada ao fundo. 

O saldo da conta pode ser utilizado em três possibilidades:

– Para compra e construção do imóvel residencial, como parte do pagamento ou valor total;

– Amortização ou liquidação do saldo devedor, para quitar a dívida totalmente ou pagar uma parte do saldo devedor;

– Para pagar parte do valor das prestações, podendo usar o fundo para diminuir a valor das prestações.

Mas o dinheiro só pode ser retirado pelo trabalhador em caso de demissão sem justa causa, por diagnóstico de câncer ou, por fim, para a compra do imóvel. 

Ainda assim, neste último caso, existe uma série de regras a serem cumpridas para que o dinheiro seja liberado.

O dinheiro do FGTS pode ser utilizado na hora da compra de um imóvel.

“O reajuste do FGTS não acompanha o rendimento da poupança e tampouco da inflação. 

Em contrapartida, o imóvel tende a se valorizar bastante. 

Então, o FGTS que não tinha um percentual tão bom de valorização acaba ganhando uma hipervalorização com a correção do imóvel, que é mais alta e segue a tendência de mercado”, explica José Roberto de Araújo Neves, contador e professor de contábeis da faculdade Esuda.

Vale ressaltar que o FGTS não pode ser utilizado para comprar imóvel comercial,reformar ou ampliar o imóvel, comprar terrenos sem construção ao mesmo tempo, comprar material de construção ou para imóveis residenciais para familiares, dependentes ou outras pessoas.

REGRAS PARA USAR O FGTS PARA COMPRAR O IMÓVEL:

Para o comprador:

– É preciso ter no mínimo três anos de trabalho sob o regime do FGTS, mesmo que em períodos ou empresas diferentes;

– Não possuir financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH), em qualquer parte do País;

– Não poderá ser possuidor, promitente comprador, proprietário, usufrutuário ou cessionário de outro imóvel residencial urbano, concluído ou em construção, no município onde mora ou onde exerce seu trabalho principal, nos municípios limítrofes e na região metropolitana;

– É preciso estar com as prestações do financiamento em dia, na data em que pedir para usar o FGTS;

– Deve ser titular ou coobrigado no financiamento que pretende pagar parte do valor das prestações.

Para o imóvel:

– Valor da avaliação deve ser de até R$ 750 mil para os estados de MG, RJ, SP e DF e de até R$ 650 mil para os demais estados;

– Ser de propriedade do proponente o terreno objeto da construção do imóvel, no caso de construção sem aquisição de terreno;

– Ser residencial urbano;

– Destinar-se à moradia do titular;

– Apresentar, na data de avaliação final, plenas condições de habitabilidade e ausência de vícios de construção;

– Estar matriculado no RI competente e sem registro de gravame que resulte em impedimento à sua comercialização;

– No caso de aquisição de terreno e construção em andamento, não ter sido objeto de utilização do FGTS, há menos de três anos, ou seja, se utilizado para início da construção, em 30.11.2009, somente poderá ocorrer nova utilização a partir de 01.12.2012.

Documentação:

– Documento oficial de identificação;

– Extrato de conta vinculada ao FGTS;

– Carteira de trabalho para comprovar o tempo de trabalho sob o regime do FGTS;

– Se você é trabalhador avulso, declaração do órgão gestor da mão de obra ou do sindicato;

– Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física – DIRPF. No caso de trabalhador casado ou em união estável, apresentar a DIRPF de ambos os cônjuges/companheiros.

Fonte: Caixa Econômica Federal

Mais dicas, vantagens e garantias para comprar imóvel na planta:
http://investidoremimoveis.blogspot.com.br/2015/11/analise-vantagens-de-comprar-na-planta.html

Formas de contato:
Edson Luiz Rezende
162541-F
11 9 7964-2341 (cel /whatsapp)
elrezendes@gmail.com